Quinto Sol - Energia Solar

+ 55 71 2132.1149

contato@quintosol.com.br

A Quinto Sol Sistemas Fotovoltaicos
Um sistema fotovoltaico conectado à rede consiste em placas solares instaladas no telhado, cobertura ou local de incidência solar, conectados a um equipamento conversor, o relógio medidor da propriedade e por último à rede elétrica pública.

Sistema de compensação

Durante o dia, as placas produzem energia, que é utilizada pelo equipamento elétrico da propriedade. Se houver excedente de energia, este vai para rede e o relógio registra. À noite não há produção de energia pelos painéis, e a residência consome energia elétrica da rede. Ao final do mês, a concessionária desconta do consumo a energia injetada na rede, que foi convertida em créditos. A ANEEL define para o sistema de compensação algumas regras, entre elas a não monetarização da energia injetada na rede pelo sistema fotovoltaico, ou seja, se houver produção de energia a mais, essa se transforma em crédito para o consumo nos próximos 36 meses, não é revertido em dinheiro para o cliente. Outra normativa é a obrigatoriedade da fatura demonstrar o eventual saldo positivo de energia do ciclo.

As primeiras células fotovoltaicas foram produzidas nos anos 50, e possuíam eficiência de 6% na conversão de energia. A tecnologia evoluiu ao longo dos anos e a crise energética nos anos 70 impulsionou um interesse maior no desenvolvimento de sistemas fotovoltaicos para alimentação de uso residencial e comercial. Um dos principais mercados foi a instalação em locais sem acesso à rede pública de energia, como comunidades rurais e ilhadas. Em paralelo, se desenvolveu o mercado de instalações conectadas à rede, que atualmente é o de maior crescimento.

Em 2013, a IEA (International Energy Agency) publicou um relatório que projeta as tendências do mercado de energia renovável, indicando que o fotovoltaico representa mais de 12% das usinas de energia recentemente instaladas no mundo, e prevê a possibilidade de chegar a 50 a 100 GW instalados anualmente até 2035. Estima-se hoje um total de 130 GW instalados em painéis fotovoltaicos.

Conversão de energia

Uma célula fotovoltaica é composta de material semicondutor que converte a irradiação solar em energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico: a absorção de fótons de luz produz corrente elétrica em pequena quantidade.

Tecnologia de Módulos fotovoltaicos

Existem três principais tecnologias de células fotovoltaicas disponíveis no mercado:

Silício poli cristalino

Os módulos de silício mono e poli cristalino ocupam cerca de 90% do market share das placas solares. Os módulos de silício poli cristalino são feitos pela fusão de silício não homogêneo, que arrefece no formato desejado. A eficiência desses módulos (13% a 17%) é menor comparada com a eficiência do módulo de silício monocristalino, mas o processo de produção é mais barato.

Silício mono cristalino

Os módulos de silício mono cristalino são obtidos a partir do processo de Czochralski para obter o material de alta pureza. Esse tipo de módulo possui elevada eficiência (até 21%), mas a produção tem o preço mais elevado.

Tecnologia de filme fino

Essa tecnologia consiste no depósito de uma camada fina de silício em material condutor. Isso reduz o custo de produção por exigir menos matéria prima, mas reduz também a eficiência de conversão de energia desses módulos, que fica em torno de 12%
Todos os direitos reservados.
Telefone: + 55 71 2132.1149
Email: contato@quintosol.com.br